Meia maratona de Curitiba

Corrida realizada em 9 de junho de 2013

> Distâncias de 5km caminhada, 21 solo e 21 dupla revezamento

Percurso no Garmin(21,330km)

Dando continuidade ao meu projeto de correr em todas as capitais do Brasil, estreei na região Sul desembarcando em Curitiba. Sempre ouvi falar bem desta cidade, mas precisava conferir pessoalmente um dia e Curitiba é realmente tudo o que dizem! Vale a pena voltar e passar mais tempo para conhecer mais. Muitas atrações turísticas e vários parques muito bem cuidados. Transporte executivo pontual saindo do aeroporto e parando em vários pontos da cidade por R$12,00.

A retirada do kit foi rápida, no museu do olho (Museu Oscar Niemeyer). Uma crítica em relação à camisa pois escolhi a preta (preta ou amarela) e na hora da retirada fui informado que haviam acabado todas e tive que me contentar com a amarela.

Domingo, dia de corrida. O frio que imaginei estar fazendo, estava fazendo (6horas marcava 11 graus). Diferente das outras cidades onde já ia para a largada “pronto”, só com documento e algum dinheiro, dessa vez tive que levar mais coisas, principalmente o casaco. Um apoio seria fundamental para guardá-las enquanto corria pois utilizar o guarda-volumes da prova não me anima muito pela agonia que é o pós-prova e suas intermináveis filas. Após alguns contatos ainda em Brasília, fomos muito bem recebidos pela Assessoria BPM/Adidas (Muito obrigado Vanessa!).

Foi dada a largada às 7:10 e finalmente iria espantar o frio! 3 minutos para passar pelo pórtico e disparar o garmin. O percurso dá uma volta pelo Museu e passa pelo Centro Cívico entrando na Avenida Cândido de Abreu logo em seguida. Uma avenida plana e longa (cerca de 2km) que convida os desavisados a apertarem logo o ritmo mas, como tinha olhado a altimetria dias antes, fiquei na minha rss. Um famoso colega havia dito no dia anterior que se a prova passasse por ali, era pace de 4 fácil !! Mas na corrida ficou quietinho nos 5:30 também… rss

A maior parte do percurso é feito entre casas, edifícios e comércios. Não vi muitos pontos turísticos, uma pena, pois seria legal passar em frente ao famoso Jardim Botânico. A maior parte também é plana mas quando surge uma subida… . A primeira subida forte e curta começa a mostrar a  cara de toda a meia maratona de Curitiba. Isso foi no km 6.5 seguida de uma descida igualmente forte. Do km 11 até entrar na reta final são subidas o tempo inteiro.

Mantive o pace de 5:30 até o km 12 mas depois foi impossível pra mim. Minha meta era fazer a meia abaixo de 2 horas, mas após o km 17 eu só queria concluí-la, andando ou não. Fazia tempo que não andava em um km final, não sei se porque não costumo participar de meias(prefiro 10km) ou se a prova era difícil mesmo, mas dessa vez e com várias dores, não consegui manter a escrita. A reta final, uns 200 metros, são em descida, mas aí já não adianta mais nada…rss.

E dizem que a maratona (0utro percurso) é uma das mais difíceis do país…

*Esqueci de registrar aqui meu tempo final: 2h04 :*)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s